home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

Máquinas Agrícolas | 16/10/2020
New Holland apresenta nova geração da linha de colheitadeiras TC
A New Holland apresentou a nova geração de sua linha de colheitadeiras TC, que ganharam melhorias tecnológicas que conferem à gama melhor desempenho e baixo custo de manutenção. No mercado brasileiro há 27 anos, a linha TC, com quase 40 mil unidades produzidas, ganha mais um reforço, a gama TX, que possui sistema de debulha por cilindro e separação por sistema de duplo rotor e chega para complementar o portfólio da marca.

A linha TC com sistema de colheita convencional é voltada para os clientes tradicionais com máquinas acessíveis de pouca manutenção, enquanto a linha TX é indicada para culturas que querem investir em inovação e colheitadeiras acessíveis e de pouca manutenção.

“A TC tem uma enorme importância para a agricultura brasileira e da América do Sul. Ela faz parte do universo dos agricultores do país e do continente. Nesses 27 anos ela viu a produção brasileira saltar para a liderança no cenário mundial e essa nova etapa da história da TC está apenas começando”, diz Rafael Miotto, vice-presidente da New Holland Agriculture para a América do Sul.

As alterações e tecnologia embarcadas nas duas famílias trazem ferramentas exclusivas e que garantem a entrega de alta performance em todos os tipos de cultura, como arroz, feijão, soja e milho. Serão 4 modelos disponíveis, dois com debulha por cilindro e separação por sacapalhas (TC 4.90 e TC 5.90) e dois com debulha por cilindro e separação por duplo rotor (TX 4.90 e TX 5.90). Todas serão produzidas na fábrica da New Holland em Curitiba (PR).

Os equipamentos da linha TC receberam modificações a partir de pesquisa e consulta aos clientes, diz Cláudio Calaça Júnior, diretor de marketing de produto da New Holland Agriculture para a América do Sul. “Com uma elaborada clínica que envolveu mais de uma centena de clientes, que nos deram os pilares para desenvolver o projeto, colocamos os primeiros protótipos em campo ainda em 2015. Eles foram testados exaustivamente nos campos de diversas regiões do País, em diferentes culturas e condições, com vários clientes de perfis diferentes”, conta.

No ano passado, na fase final de desenvolvimento, a New Holland colocou 21 unidades do produto final em novos testes em campo: “Foram mais de 40 mil hectares colhidos, com mais de 10 mil horas-máquina e dezenas de pessoas envolvidas. Sempre aos olhos dos nossos clientes”, pontua Carlos Schimidit, especialista em marketing de produto.
[ voltar ]