home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

Eventos | 18/02/2020
Kia decide não participar do Salão do Automóvel de São Paulo
A Kia confirmou na terça-feira, 18, que não irá participar do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo. Esta é a 16ª marca de veículos que estará fora do evento, que completa 60 anos e está em sua 31ª edição, agendada para 12 a 22 de novembro no São Paulo Expo.


Em nota, a representação no Brasil da marca sul-coreana adotou o mesmo discurso dos mdemais desistentes: justifica que decidiu adotar outras estratégias de marketing mais próximas aos consumidores finais por meio do crescimento e do fortalecimento da rede de concessionárias no País. A empresa lembra ainda que expôs seus veículos e novidades ao longo de 14 edições do Salão de São Paulo.

“A Kia Motors do Brasil não está fechando as portas ao salão. Em novos formatos, a empresa pode reavaliar o evento, que foi o mais importante dos últimos 60 anos”, afirma em nota o presidente da Kia no Brasil, José Luiz Gandini, também presidente da Abeifa, associação que reúne importadores e fabricantes de veículos no País.

O executivo avalia que o Salão do Automóvel foi por muitos anos o evento automotivo mais importante do ano, mas a realidade do mercado mudou radicalmente com os novos hábitos dos consumidores, que passaram a conhecer os produtos por plataformas digitais.

“Este ano de 2020 será muito importante para a Kia Motors, que terá três lançamentos: o primeiro foi o hatch compacto Rio, em janeiro; na sequência, apresentaremos o Niro Hybrid e, mais para o fim do ano, um novo SUV compacto. Além disso, nossa prioridade é ampliar e fortalecer a rede de concessionárias, com mais 15 novos pontos de atendimento em todo o País. Diante dessa nova realidade, optamos por oferecer experiências práticas aos potenciais compradores de automóveis”, acrescenta Gandini.

QUEM NÃO VAI AO SALÃO DO AUTOMÓVEL


Além da Kia, seis empresas já confirmaram sua ausência no evento deste ano: BMW/Mini, Toyota/Lexus, GM/Chevrolet e Hyundai.

Mitsubishi e Suzuki, controladas no Brasil pelo Grupo HPE, ainda estão analisando a questão. Outra empresa que também pode ficar de fora do salão é a Volkswagen.

Na edição do salão de 2018, sete marcas de veículos não participaram: Peugeot, Citroën, Jaguar/Land Rover, Volvo e JAC: até agora, elas não reservaram espaço no evento deste ano.

[ voltar ]