home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

Internacional | 20/09/2019
BMW não desenvolverá sucessor do i3
Reportagem atualizada em 23/9, às 19:55

A BMW não desenvolverá um sucessor do elétrico i3. A informação foi dada ao jornal americano Financial Times pelo diretor de marketing da montadora, Pieter Nota. De acordo com o site Automotive News, o pequeno carro elétrico lançado em 2013 terá as vendas reduzidas gradativamente porque a montadora pretende concentrar suas tecnologias de eletrificação em outros veículos.

Ainda segundo a reportagem, o i3 passará por uma atualização no ano que vem, mas o que a BMW quer de verdade é focar em modelos híbridos plug-in, para que possam ser abastecidos com energia na cidade, mas sem perder o benefício da maior autonomia oferecida pelos motores a combustão.

O i3 é vendido em versão elétrica com autonomia estendida (em que um pequeno motor a gasolina passa a gerar energia elétrica para movimentá-lo) e também 100% elétrica. Esta última opção começou a ser vendida no Brasil no início de agosto.

Em resposta, a companhia informa: “O BMW Group, obviamente, irá oferecer um veículo totalmente elétrico para o segmento de modelos compactos futuramente. Em seu sexto ano de produção, o BMW i3 desfruta de um crescimento em vendas na casa dos dois dígitos e é um automóvel extremamente bem-sucedido, e que estará conosco por mais alguns anos. Falar agora sobre um sucessor ou seu nome seria, portanto, muito precoce”, afirma Pieter Nota, membro do Conselho de Administração da BMW AG responsável por clientes, marcas e vendas. “Sendo um verdadeiro pioneiro da eletromobilidade, o BMW i3 é um agregador de tecnologia, que nos permite implementar a eletromobilidade em todas as marcas e séries de modelos. A partir de 2021, seguiremos com essa abordagem com o nosso BMW iNext. Como um conjunto de ferramentas tecnológicas para o futuro, este veículo também estabelecerá novos padrões para modelos futuros.”
[ voltar ]