home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

Segurança | 21/08/2019
Com Cruze, Chevrolet alcança nota máxima de segurança pela primeira vez
Pela primeira vez, um modelo da Chevrolet/GM alcançou a nota máxima em segurança em testes de colisão realizados pelo Latin NCAP, Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe, que divulgou na quarta-feira, 21, novos resultados de crash test tanto para o Cruze quanto para as picapes Toyota Hilux e Nissan Frontier (veja vídeos abaixo). Todos os testes foram patrocinados, que é quando a própria montadora oferece o carro para o crash test: conforme as regras de patrocínio, o carro é escolhido aleatoriamente por representante do Latin NCAP e a montadora arca com os custos.

Representada por cinco estrelas, a nota máxima atribuída ao Cruze, que é produzido na Argentina, assegura sua eficácia na segurança de ocupantes adultos. Já para a segurança de crianças, o modelo manteve a classificação de quatro estrelas. O modelo já tinha sido avaliado pelo programa em 2018, quando alcançou quatro estrelas tanto na proteção de adultos quanto para crianças. Naquela ocasião, não foi realizado o teste de impacto lateral de poste porque o veículo não oferecia airbags de cortina como item de série. Pelo protocolo atual do Latin NCAP, este teste é necessário para alcançar as cinco estrelas. Desde 21 de maio, o Cruze vem sendo produzido com seis airbags de série e também ESC (controle eletrônico de estabilidade).

Para a segurança de crianças, o Cruze foi considerado bom em termos gerais, só não alcançando a nota máxima porque a sinalização das ancoragens Isofix não atende os requisitos do Latin NCAP. Além disso, de acordo com o programa, o modelo deve ser melhorado para a proteção oferecida a crianças de três anos no impacto frontal.



PICAPES SEGURAS


O Latin NCAP também apresentou os resultados de testes de Toyota Hilux/SW4 e Nissan Frontier, ambas nas versões cabine dupla.

Fabricadas na Argentina e Tailândia, a Hilux e o SW4 renovaram suas cinco estrelas alcançadas em um teste realizado em 2015 tanto para ocupantes adultos como para ocupantes infantis. No teste atual, com protocolo mais rigoroso nos impactos frontal e lateral, a Toyota decidiu atualizar o modelo com mais equipamentos de segurança e por isso os veículos alcançam a nota máxima ao oferecer sete airbags de série (três frontais, dois laterais e dois de cortina) além do ESC.

Já a Nissan Frontier, produzida na Argentina e no México, e também conhecida como NP300 Navara no Chile, pontuou com quatro estrelas para ocupantes adultos e crianças. O modelo possui dois aribags frontais e ESC como itens de série. Em sua avaliação, o Latin NCAP aponta que a estrutura do veículo foi classificada até o limite como instável, embora haja uma boa projeção e desenvolvimento por trás que poderia ser melhorada, segundo o relatório.

O veículo não passou por teste de impacto lateral de poste pela falta de proteção lateral para a cabeça (airbag de cortina). Além disso, a impossibilidade de desconectar o airbag do passageiro bem como o nível de proteção oferecida para crianças de três anos limitaram o veículo a receber a pontuação máxima.


Crash test Chevrolet Cruze: velocidade de impacto frontal a 64 km/h, impacto lateral a 50 km/h e impacto lateral de poste a 29km/h



Crash test Toyota Hilux/SW4: velocidade de impacto frontal a 64 km/h, impacto lateral a 50 km/h e impacto lateral de poste a 29km/h



Crash test Nissan Frontier/Navara: velocidade de impacto frontal a 64 km/h e de impacto lateral a 50 km/h

[ voltar ]