home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

Segurança | 04/07/2019
Recalls terão mais adesão com ajuda de novas regras
A necessidade de ampliar o atendimento a campanhas de recall levou o governo federal a atualizar as regras para essas convocações e a criar o Serviço Nacional de Notificação de Recall de Veículos.

O principal objetivo é aumentar o comparecimento às campanhas. “A intenção é que a taxa suba dos atuais 40% para 90% de atendimento, como ocorre na Europa”, afirma Luiz Carlos Moraes, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A entidade fornecerá dados relativos aos recalls ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), que em conjunto com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) utilizará todas as formas de comunicação com os proprietários dos veículos, incluindo correspondências impressas, mensagens por SMS e redes sociais.

“Os recalls pendentes serão comunicados até mesmo na renovação do licenciamento do veículo”, recorda Moraes. De acordo com o texto da nova regulamentação, as montadoras terão de manter em seus sites, em local de fácil acesso, a informação sobre o recall dos veículos por dez anos, período que pode ser prorrogado.

E sempre que iniciar investigações e identificar produtos defeituosos, deverá comunicar a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), além de assumir a responsabilidade pela elaboração de táticas eficientes para levar o consumidor a atender às convocações.

Assista ao vídeo sobre novas regras para recalls:


[ voltar ]