home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

Segurança | 12/06/2018
Renault Sandero mantém uma estrela em teste do Latin NCAP
O Renault Sandero decepciona mais uma vez em testes de colisão: resultados divulgados na terça-feira, 12, mostram que o modelo recebeu apenas uma de cinco possíveis estrelas na classificação de segurança para adultos em crash test frontal e lateral realizados pelo Latin NCAP, Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e Caribe (veja vídeo abaixo). O teste também é válido para pontuar o Logan e a versão Sandero Stepway. O Sandero já foi avaliado anteriormente pelo Latin NCAP, em abril de 2012, ocasião em que também recebeu apenas uma estrela para proteção de adultos e uma para ocupante criança. Naquele ano, o protocolo de avaliação era menos exigente do que o atual.

O secretário geral do Latin NCAP, Alejandro Furas, comentou que nos testes o carro avaliado apresentou estrutura instável. Mesmo com barras de proteção nas portas, após impacto lateral o resultado foi decepcionante. Furas alerta que faltam dispositivos para melhorar a absorção da energia em caso de colisão, o que explica a nota ruim para o Sandero/Logan. A avaliação considerou pobre a proteção para adultos tanto na colisão frontal quanto na lateral. Outro ponto criticado por Furas é o fato de que o airbag do passageiro não abriu de forma satisfatória, se posicionando de forma abaixo da cabeça, fazendo com que ela fosse projetada próximo ao painel do carro.

Tanto Sandero quanto Logan são fabricados pela Renault no Brasil, na Argentina e Colômbia. O teste da Renault não foi patrocinado, ou seja, o próprio Latin NCAP comprou versões básicas dos dois carros aleatoriamente para a avaliação. Foram adquiridas duas unidades, uma no Brasil e outra na Argentina, depois enviadas para os testes na Adac da Alemanha.

De acordo com os critérios de avaliação do Latin NCAP, a nota fraca também resulta do fato de o Sandero/Logan não possuir ESC, controle eletrônico de estabilidade - dispositivo obrigatório para concessão de cinco estrelas nos padrões atuais da entidade. Além disso, não oferece cintos de três pontos em todos os assentos, incluindo os traseiros, também não possui ancoragem Isofix para cadeiras infantis como item de série. Apesar disso, o Sandero apresentou segurança razoável para crianças, recebendo três estrelas nesta avaliação.

Segundo o Latin NCAP, o modelo disponível no mercado latino-americano registrou resultados inferiores ao Sandero lançado na África, onde foi testado pelo Global NCAP: a versão tem cintos de três pontos em todos os assentos, bem como ancoragem Isofix de série.

“É uma enorme preocupação para o Latin NCAP que um dos modelos mais vendidos na região, como é o Sandero/Logan, ainda ofereça nível de proteção tão baixo, sem ESC e com proteção mínima contra impactos laterais”, afirma Alejandro Furas, do Latin NCAP.



Conforme o Latin NCAP, a Renault promete melhorar o desempenho de segurança do Sandero/Logan. “Nosso trabalho demonstrou que testar modelos e publicar seus resultados para informar adequadamente os consumidores é a ferramenta mais poderosa e eficiente, que está impulsionando o mercado latino-americano a contar com mais carros seguros, além e bem antes que as regulações governamentais. Os governos deveriam impulsionar e criar incentivos para todos os carros contarem com tecnologias de segurança ativa, como o ESC e a frenagem autônoma de emergência”, completa Furas.

Em nota, a Renault defende que continua trabalhando para elevar a segurança de seus veículos: “A evolução dos critérios adotados nas provas de colisão faz com que haja uma mudança nos resultados ao longo do tempo sem que tenha havido uma mudança no produto. A segurança sempre foi uma característica dos veículos Renault, o que pode ser confirmado pelos ótimos resultados dos nossos mais recentes lançamentos. Estamos atentos e trabalhando para trazer mais segurança a todos os nossos produtos continuamente.”

Nesta bateria de testes, a terceira do ano realizada pelo Latin NCAP, o programa também avaliou o Mitsubishi Eclipse Cross, fabricado no Japão e vendido em alguns mercados da América Latina. Ele será lançado na Argentina ainda este ano, mas não há informações sobre sua vinda para o Brasil. Para ocupantes adultos, o modelo recebeu a nota máxima, cinco estrelas, enquanto que para proteção infantil, recebeu três. O modelo é equipado com sete airbags, ESC, sistema de aviso do uso de cinto de segurança, pré-tensionadores no cinto de segurança e ancoragem Isofix para cadeiras infantis, entre outros dispositivos.

“Os últimos resultados do Latin NCAP mostram claramente as consequências da falta de regulamentações sólidas em toda a região da América Latina e do Caribe. Os carros mais vendidos apresentam ainda resultados decepcionantes, sendo isso inaceitável para os consumidores. Alentamos melhorar esses modelos o mais breve possível, assumindo ações claras de responsabilidade corporativa que serão refletidas em vidas salvas”, acrescentou o presidente da comissão diretiva do Latin NCAP, Ricardo Morales Rúbio.

Novos resultados serão divulgados no próximo mês.

Acompanhe abaixo o vídeo do teste do Renault Sandero e Mitsubishi Eclipse Cross:



[ voltar ]