home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

Segurança | 14/02/2018
Caso Takata terá socorro de US$ 130 milhões de montadoras
A General Motors, a Ford, a Volkswagen e a Toyota compõem um grupo de 13 montadoras que fornecerá até US$ 130 milhões para o pagamento de indenizações a pessoas feridas por insufladores de airbag fornecidos pela Takata. Isso dará andamento à liquidação da empresa nos Estados Unidos.

O acordo abre caminho para a venda de parte dos negócios da Takata para a Ningo Joyson Electric por US$ 1,6 bilhão. A notícia foi divulgada pelo site Automotive News.

A Takata e sua unidade norte-americana TK Holdings entraram em falência em 2017 como consequência do maior recall mundial, desencadeado pelos insufladores de airbag fabricados pela companhia. Como se sabe, airbags funcionam a partir de um disparo pirotécnico controlado, mas insufladores com defeito produzidos pela Takata acabaram projetando fragmentos metálicos para dentro dos veículos e ferindo seus ocupantes.

De acordo com o advogado que representa dezenas de reclamantes feridos, o negócio visa a manter as operações da Takata de forma a permitir a produção de kits de substituição dos insufladores defeituosos.

Em troca da contribuição das montadoras, um comitê de motoristas feridos deixou de fazer objeção ao plano de saída de falência proposto pela TK Holdings.
[ voltar ]