home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

Tecnologia | 12/01/2018
As novidades da CES, o 5º maior salão automotivo dos EUA


Autointitulada como “palco global para inovação”, a CES – Consumer Electronics Show, realizada em Las Vegas de 9 a 12 de janeiro, atraiu olhares neste início de ano. É ali que empresas de tecnologia, de bens de consumo e duráveis apresentaram as promessas tecnológicas de 2018. Foram 3,9 mil expositores, incluindo 900 startups. Por mais um ano, o setor automotivo foi responsável por algumas das principais novidades apresentadas no evento que, segundo a organização, já é o quinto maior salão automotivo dos Estados Unidos. Quem diria. De tão focada em transportes, alguns já apelidaram a feira de Car Electronic Show.

Fica clara na CES a convergência entre as indústrias automotivas e de tecnologia, lançando um novo olhar sobre o que é mobilidade. Talvez, por este ponto de vista, este seja o evento automotivo mais democrático do mundo: tem montadoras tradicionais como Ford, BMW, Nissan e Toyota, mas também tem uma série de novidades de empresas que só recentemente começaram a desenhar atuação na área automotiva, como Intel, Nvidia, Uber e Visa (sim, a empresa de meios de pagamentos). Todas com novidades e com a devida atenção da imprensa e do público.

As montadoras, afinal, começam a se acostumar com a nova realidade: elas são parte essencial do show, mas não protagonistas dele. O interesse destas empresas em mostrar novidades dignas de um salão do automóvel na feira de eletrônicos vem se fortalecendo nos últimos 10 anos. Agora, com a materialização aqui e agora das tecnologias do futuro, o evento ganha ar mais prático. No lugar de exibir apenas conceitos atrativos para uma realidade distante, o evento traz soluções para problemas reais.

Um dos exemplos disso está na movimentação das fabricantes de chips. Os bons e velhos circuitos integrados renderam assunto no evento - e olha que a concorrência por atenção era forte, com os mais diversos e interessantes dispositivos tecnológicos. A Nvidia anunciou uma nova geração de chips para carros, batizada de Xavier. De quebra ainda confirmou o fornecimento para uma série de empresas (leia aqui).

Na mesma sintonia, a Intel confirmou cooperação com a BMW, a Nissan e a Volkswagen, além do teste de sua tecnologia em uma frota de 100 carros. A Qualcomm, por sua vez, destacou a relevância da conexão 5G para que automóveis se transformem em verdadeiros computadores sobre rodas, com conectividade plena. Assim como as concorrentes, a empresa também aproveitou o evento para anunciar parceria com montadora. A empresa vai colaborar com a Ford com foco em carros autônomos.

Abaixo, Automotive Business destaca outras novidades importantes da CES 2018:


- A TRANSFORMAÇÃO DA FORD EM UMA EMPRESA DE MOBILIDADE
A Ford foi uma das primeiras fabricantes de carros a apostar na CES como palco para suas novidades. A empresa repetiu no evento aquilo que já virou mantra entre as companhias do setor: “Não somos uma montadora de veículos, mas uma empresa de mobilidade”. Ainda que a postura não seja novidade, a Ford parece ter mais pressa do que as concorrentes para fazer esta transição. A companhia apresentou o que chama de ecossistema de mobilidade, conjunto de soluções que facilita e torna viável deslocamentos, mesmo que eles não aconteçam a bordo de um carro da marca. É o que a empresa chama de “usar sistemas para devolver as ruas da cidade para a comunidade”, o que, inevitavelmente, tira o automóvel do topo da lista de prioridades.

- A TOYOTA E O FURGÃO AUTÔNOMO CUSTOMIZÁVEL
Imagine uma loja portátil que, acionada pela internet, vai até o cliente para que ele escolha que produto quer comprar. Tudo de forma autônoma, sem a necessidade de motorista. Esta é uma das propostas do conceito e-Palette apresentado pelo Toyota. O veículo pode ser loja, delivery de comida ou até um quarto de hotel. A companhia planeja testar a novidade em condições reais a partir de 2020.

- RENAULT-NISSAN NO CAMINHO PARA A AUTOMAÇÃO
O CEO da Aliança Renault Nissan, Carlos Ghosn, fez apresentação na CES e anunciou a criação de um fundo de capital de risco para investir em startups (leia aqui). O executivo adiantou ainda o uso de nova tecnologia para acelerar o desenvolvimento de autônomos, a Seamless Autonomous Mobility (SAM). Com inteligência artificial e o auxílio de humanos, o sistema aprende a tomar decisões rápidas em situações críticas de condução. Ghosn também confirmou também cooperação com a DeNA para desenvolver veículos autônomos para aplicações comerciais e renovou parceria com a Microsoft

- BMW LEVA REALIDADE VIRTUAL AO VAREJO
Uma das ousadias da BMW na edição deste ano da feira de tecnologia é oferecer aos visitantes uma experiência totalmente digital de compra do veículo por meio de realidade virtual com a ferramenta VR@Retail. Na matrix construída pela marca os clientes podem simular a experiência da concessionária e conhecer detalhes de carros da companhia.

- MERCEDES-BENZ QUER MELHORAR A EXPERIÊNCIA DO CLIENTE
A alemã apresentou na CES o MBUX (Mercedes-Benz USer Experience), central multimídia inteligente que será integrada aos carros da marca a partir deste ano. Segundo a marca, a tecnologia prioriza a oferta de boa experiência ao usuário a partir de inteligência artificial que garante a adaptação do recurso às preferências e necessidades de uso do cliente.

- INTEL E MOBILEYE QUEREM APRIMORAR CONDUÇÃO AUTÔNOMA

No ano passado a Intel comprou a Mobileye, proeminente startup focada no desenvolvimento de tecnologias para carros autônomos (leia aqui). Na CES as empresas destacaram que trabalham no aprimoramento de mapas de alta definição para estes veículos. O objetivo é tornar mais simples e rápido o processo de tomada de decisão pelo sistema do automóvel.

- UBER E BELL HELICOPTER APOSTAM EM TÁXI AÉREO AUTÔNOMO
Uber e Bell Helicopter apresentaram a cabine de um táxi aéreo autônomo. Trata-se de um drone autônomo de passageiros, não de um helicóptero. O plano é oferecer, com conforto, voos de curta duração com capacidade para até cinco ocupantes. A novidade está em testes, mas ainda sem data prevista para entrar em operação.

- VISA E GENTEX SUGEREM CARRO COMO MEIO DE PAGAMENTO
A Visa apresentou com a Gentex, fornecedora de tecnologia eletrônica, o conceito de um automóvel equipado com recurso que permite realizar pagamentos por meio de um toque no painel do automóvel. Segundo as empresas, o sistema garantiria mais agilidade na hora de passar por um pedágio ou reabastecer, por exemplo.

- ZF MOSTRA TECNOLOGIA PARA MELHORAR A SEGURANÇA
Entre uma série de novidades, a sistemista ZF levou à CES o Conceito 2020, sistema que exibe para o condutor o status de uso de todos os sistemas de assistência à direção do automóvel. Com a solução a empresa pretende resolver a dificuldade dos motoristas em ativar, configurar e monitorar a grande variedade de funções dos carros cada vez mais conectados e, assim, evitar distrações e melhorar a segurança.

[ voltar ]