home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

Balanço | 14/11/2017
Lucro da Tupy dá salto com recuperação do setor automotivo
A Tupy, maior fornecedora de componentes fundidos do setor automotivo nacional, no terceiro trimestre do ano registrou alta de 19,4% no volume físico de entregas (141,7 mil toneladas) em relação ao realizado no mesmo período de 2016, alavancando lucro e receita da empresa. O fornecimento de produtos para veículos comerciais e máquinas agrícolas, de construção foi responsável pelo resultado positivo, com aumento de 16,5% das compras no mercado interno e de 19,5% nos volumes destinados ao exterior. Com isso, o lucro líquido trimestral da companhia deu salto de 749%, para R$ 76,4 milhões, ante R$ 9 milhões nos mesmos três meses do ano passado.

Segundo informa a companhia, as vendas de componentes para veículos no país confirmam a expectativa do segundo semestre e permanecem animadoras em relação a 2016. As receitas do fornecimento de componentes para carros de passeio avançaram 6,4% em relação ao ano anterior e, para veículos comerciais, tiveram alta de 55,5%. O setor de máquinas agrícolas e de construção segue a tendência, com crescimento de 34,2% em faturamento, em razão do forte volume de clientes da Tupy nesse segmento e da oferta de novos produtos.

O resultado do terceiro trimestre comprova a força da Tupy como no mercado global de fundidos. No período, 80,8% do faturamento vieram do exterior, de exportações ou a partir das plantas do México, e apenas 19,2% das receitas foram obtidas no Brasil. Na divisão por continentes, 62% das vendas foram na América do Norte, 20,1% na América do Sul e Central e 11% da Europa. Os 6,9% restantes foram na Ásia, África e Oceania.

“Nossa receita total no período, de R$ 962,6 milhões, aumentou 26,2% em relação ao terceiro trimestre de 2016. O resultado é reflexo de todo o trabalho da companhia no sentido de diversificação de segmentos e mercados, bem como no desenvolvimento de produtos e serviços que agregam valor aos nossos clientes”, afirmou em comunicado Thiago Struminski, vice-presidente de finanças e administração da Tupy. O executivo destacou também o forte crescimento das margens brutas e EBITDA ajustado (lucro antes de pagamento de juros, impostos e depreciação de ativos, na sigla em inglês), que atingiram 19,2% e 17%, respectivamente, resultante de diversas ações de melhoria de processos produtivos e controle de custos.

Este mês a companhia distribuirá juros sobre capital próprio no valor de R$ 50 milhões. O valor, em conjunto com o montante distribuído nos primeiros nove meses do ano, perfaz R$ 150 milhões, correspondente a uma taxa de dividendos de 6,6% (considerando a cotação de fechamento de cada trimestre).
[ voltar ]