home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

Balanço | 11/08/2017
Lucro da Paccar volta a crescer no semestre
Após enfrentar um 2016 difícil em termos financeiros, a Paccar volta a registrar crescimento do lucro líquido. Em seu balanço divulgado na sexta-feira, 11, o grupo que detém as marcas de caminhões DAF, Kenworth e Peterbilt reportou ganhos globais de US$ 683,3 milhões no primeiro semestre deste ano contra o prejuízo de US$ 113,3 milhões em mesmo período do ano anterior. Foram US$ 1,94 por ação neste ano sobre os US$ 0,32 de um ano antes.

No ano passado, embora a montadora tenha registrado seu 78º ano consecutivo de lucro, os resultados foram abalados pelo pagamento de uma multa à União Europeia no valor de US$ 833 milhões, como parte de um acordo no processo investigativo sobre cartéis corporativos na região (leia aqui).

O fato, contudo, ficou no passado e a empresa volta para a mesa de planejamento com mais dinheiro em caixa: a receita subiu 2,6% na primeira metade de 2017 no comparativo anual, para US$ 8,94 bilhões.

“Os resultados financeiros refletem o aumento da produção e da participação no mercado de caminhões da América do Norte, sólidos mercados europeus para caminhões, e maior volume global de peças pós-vendas”, destacou o CEO Ron Armstrong. “A Paccar está investindo na próxima geração de tecnologias automotivas. Os investimentos incluem direção autônoma e pelotão de caminhões, conectividade de caminhões, realidade aumentada (AR) e uma plataforma de software integrado. A empresa continua a introduzir tecnologias líderes da indústria em nossos negócios de peças pós-venda e serviços financeiros, utilizando análise de big data para nossos revendedores e clientes”, completou.

Europa e Estados Unidos impulsionaram os negócios de caminhões da empresa, com aumento de 10% e 44%, respectivamente, no primeiro semestre. A Paccar estima que o mercado de veículos acima de 16 toneladas (mercado em que atua) fique entre 290 mil e 310 mil unidades na Europa, enquanto o volume deve ficar entre 200 mil a 220 mil nos Estados Unidos e Canadá.

A divisão Paccar Parts, de autopeças, registrou receita 8,7% maior no semestre, para US$ 1,61 bilhão. A unidade de negócio conta com a linha de peças de reposição TRP, inclusive no Brasil, onde atingiu recorde de vendas em maio deste ano (leia aqui).

“As concessionárias da Paccar abriram 96 lojas de varejo multimarcas TRP em 27 países e isso está impulsionando mais negócios de peças e serviços em todos os mercados. A Paccar continua a aumentar sua capacidade de distribuição global de peças, propiciando disponibilidade líder na indústria e dando suporte ao crescimento das vendas de peças do motor Paccar MX, e ao programa de serviços globais para frotas”, disseo vice-presidente da Paccar e gerente-geral da Paccar Parts, David Danforth. “O novo centro de distribuição da Paccar em Toronto, no Canadá, com 14.865 m2, ao custo de US$ 35 milhões está em construção e deverá ser inaugurado em meados de 2018”.

O vice-presidente, Harrie Schippers, lembra do bom momento nos Estados Unidos, onde a empresa gerou 1.200 novos empregos para atender ao aumento da demanda local, Além disso, a Paccar aplicou US$ 125 milhões de capital investido em pesquisa e desenvolvimento no país.

No total, o grupo planeja investir entre US$ 375 milhões e US$ 425 milhões neste ano, dos quais algo entre US$ 250 milhões e 270 milhões serão destinados ao desenvolvimento de novos produtos, modernização e melhorias das fábricas e nos programas de suporte do pós-venda. Nos últimos dez anos, a Paccar investiu o equivalente a US$ 6,2 bilhões.
[ voltar ]