home not�cias an�lise quem � quem ABTV

acesse aqui a versão padrão

AUTOFOCO | 24/05/2021
LMV e Guarani, armas da Iveco Defence para o Exército

Desenvolvido para substituir os antigos blindados Urutu, o Guarani pesa 18 toneladas, possui tração 6x6 e tem função anfíbia

A Iveco Defence Vehicles entregou no final de abril o primeiro dos 32 veículos LMV-BR ao Exército brasileiro, como parte de um contrato que se estende a mais 31 unidades a serem entregues até 2022. Trata-se de um processo de modernização dos veículos utilizados pelo Exército em suas operações.

O LMV 4x4 está equipado com sistemas de armas e de comando e controle e foi escolhido como a nova viatura blindada multitarefa sobre rodas. A montagem final dos veículos, a partir da estrutura produzida pela Iveco Defence na Itália, será realizada na fábrica da montadora em Sete Lagoas (MG), na qual diversos componentes nacionais são incorporados, com integração de armas e pintura final. O projeto completo prevê a aquisição de outras 186 unidades e os próximos lotes devem entrar em produção em 2022.

Veículo tático para missões especiais com alto nível de proteção (balística e antiminas), a viatura blindada leve multitarefas LMV (VBMT-LR) tem agilidade comprovada em diversos tipos de terrenos e grande autonomia. O veículo já foi adotado por vários países que fazem parte da Otan, entre eles Itália, Espanha, Bélgica, Áustria, Inglaterra e Noruega e já esteve em campo em operações no Afeganistão, Líbano, Kosovo e Chade.

A Iveco Defence é uma marca da CNH Industrial dedicada ao fornecimento de soluções automotivas e de proteção para clientes militares em todo o mundo. A empresa fabrica veículos de logística especializados, protegidos e blindados em sua fábrica de Bolzano, no norte da Itália, além de oferecer toda a linha comercial da Iveco, adaptada para atender às demandas dos usuários militares.

GUARANI



A parceria da Iveco Defence com o Exército brasileiro teve início com o fornecimento de 480 unidades da família de blindados anfíbio Guarani VBTP 6x6 desde 2012, quando foi assinado o primeiro contrato. O veículo nacional, com configurações semelhantes, já foi exportado para outros países.

O contrato inicial com o Exército Brasileiro foi assinado em 2009 e a produção local começou em 2012. O volume total do acordo foi revisado para mais de 1.500 unidades com produção no Brasil. A fábrica brasileira já produziu mais de 500 blindados Guarani, dos quais duas dezenas foram exportadas.


O LMV-BR é um veículo tático com alto nível de proteção balística e antiminas e já usado no campo em operações no Afeganistão, Líbano e Kosovo

A Iveco Defence confirma a Automotive Business que a principal característica do Guarani é o design modular, permitindo a incorporação de diferentes torres, armas, sensores e sistemas de comunicações e versões diferentes de apoio de fogo, armadas com morteiros de grosso calibre e sistemas de armas.

Desenvolvido para substituir os blindados Urutu, o Guarani pesa 18 toneladas, possui tração 6x6, pode chegar a 110 km/h e tem função anfíbia. Além de ar-condicionado, o projeto apresenta uma série de inovações tecnológicas, como sistema automático de detecção e extinção de incêndio e baixa assinatura térmica (o que dificulta sua localização pelos inimigos).

As unidades entregues ao Exército Brasileiro são usadas em missões de pacificação e também em operações de combate ao crime organizado nas fronteiras do país. A plataforma do blindado poderá ser usada como base para o desenvolvimento e a produção de uma família de blindados em diferentes versões, entre as quais viaturas de reconhecimento, socorro, posto de comando, porta-morteiro e ambulância.

O Guarani utiliza o motor Cursor 9 Euro V, da FPT Industrial, configurado para entregar 380 cavalos. Especialmente para aplicação no Guarani, o motor recebeu reforços para atender as exigências da aplicação militar – a começar pela blindagem no alternador, responsável por gerenciar as fontes de energia elétrica como a bateria, e no módulo eletrônico de injeção de combustível. As tampas do cabeçote do motor, originalmente de plástico, foram trocadas por tampas de ferro fundido.

CENTAURO 2 8X8



A Iveco Defence informou a Automotive Business que tem seu portfólio (em conjunto com o Consórcio Oto-Melara) o blindado VBR-MR 8x8 Centauro 2, que considera o veículo mais moderno, com maior poder de fogo e proteção balística na atualidade, já em operação com o Exército italiano.

[ voltar ]